Minhas Canções na voz de Wander Damasceno


O cantor Wander Damasceno acaba de lançar pela gravadora Graça Music o CD Minhas Canções.

O álbum tem 12 músicas escritas pelo Missionário R. R. Soares em parceria com o compositor Michael Sullivan, que também é o produtor musical do trabalho. “Meu desejo é ser usado e guiado por Deus, assim como um instrumento precisa estar afinado nas mãos do músico que vai tocá-lo. As letras do Missionário R. R. Soares, que interpreto em forma de canções, são doces pregações aos ouvidos”, detalha Damasceno.

“Minhas Canções na voz de Wander Damasceno” tem músicas de louvor e adoração com um toque de pop rock. O disco está disponível em todo o Brasil e no Shopping do Povo. Clique aqui.

Baixe a canção: Com Deus, não há como perder – clique aqui.

No YouTube aqui.

Assessoria de Comunicação Graça Music (EA)
* Com informações da assessoria do cantor.

GMusic na FIC 2013

Após quatro dias de muito trabalho na 1ª Feira Internacional Cristã (FIC), realizada de 17 a 20/7, no Expo Center Norte, em São Paulo, a Graça Music só tem o que comemorar. Apresentação de lançamentos, público satisfeito e boas vendas marcaram a participação da gravadora no evento, considerado o mais completo do segmento gospel no Brasil.

Confira as fotos:

DiscoPraise em BH: #CDNovo quase chegando!

making-of-cd-discopraise

Os integrantes da DiscoPraise estiveram em BH para a finalização do novo CD da banda, que tem o título provisório de #Confiar. Foram cinco dias na capital mineira, ao lado do ‘maestro’ Ruben di Souza, que, ‘corujamente’, já nos contou que o disco tá lindo! Claro que a gente acreditou e não para de contar os dias para ver o álbum pronto.

Essa semana, a banda fecha o projeto gráfico e o CD deve ir para a fábrica na segunda semana de agosto, com previsão de lançamento para a ExpoCristã, em setembro, na capital paulista.

Quer saber mais sobre a DiscoPraise? Fácil! Acesse www.discopraise.com.br

Pr. Antônio Cirilo é Graça Music

antonio-cirilo-e-graca-music

Ontem, 19, a equipe da Graça Music recebeu, de braços abertíssimos, uma pessoa muito especial: o cantor e pastor Antônio Cirilo.

Apesar de ficar aguardando 4h no aeroporto, por problemas meteorológicos (ele vinha de Londrina), pastor Cirilo chegou bem-humorado e distribuindo simpatia por onde quer que passava.

Ele tirou foto com vários funcionários do Grupo Graça, que iam abordando-o pelo caminho; almoçou com a equipe da GMusic e passou a tarde na gravadora.

Às 15h30, oficialmente, ele passou a integrar o cast da GMusic, que irá distribuir boa parte de seus CDs e lançará, em breve, um disco inédito do pastor.

Estamos todos muito felizes com a chegada do pastor ao nosso time. Ele é um referencial na música gospel e o Senhor tem alcançado muitas vidas por meio de suas ministrações e louvor. O Reino só tem a ganhar“, disse Ana Paula Porto, gerente executiva da GMusic. 

Em breve, a gravadora irá divulgar quais serão os títulos que sairão com o selo da GMusic e quando chegarão ao mercado.

Para saber mais sobre o pastor Cirilo, acesse www.santageracao.com ou siga o cantor pelo Twitter: www.twitter.com/prantoniocirilo

Meu encontro: novo CD de Chris Durán é analisado por site especializado

O CD Meu encontro, de Chris Durán, recém-lançado pela Graça Music, está dando o que falar… de bom! A toda hora, surgem comentários e testemunhos sobre as canções do disco, principalmente sobre a canção Luz do Mundo, a primeira música de trabalho do álbum.

Confira abaixo a análise do site Gospel no Divã, especializado em mídia cristã.

“Uma subida ao monte para ali se encontrar com Deus resultou numa verdadeira experiência sobrenatural com o Criador e gerou não apenas um CD, mas um novo tempo no ministério do cantor e pastor Chris Durán. Fazendo sua estreia como artista oficial da Graça Music, Chris lança o CD Meu encontro que reflete bem o sentimento de um filho que não deixou de sentir o primeiro amor do Pai em seu coração. Produzido por Jordan Macedo no PoloStudio, o repertório contém cinco composições inéditas escritas pelo cantor, além de quatro regravações e duas versões de sucessos internacionais. No encarte está o testemunho da experiência vivida pelo cantor que deu origem à canção título e o tema inspirou o ensaio fotográfico feito pela equipe de Bressane e o projeto gráfico da Unabi que remeteu ao ambiente dos montes e usou de cores nos tons verdes e marrons.

Abrindo o repertório ao som do piano de Josué Ribeiro, Luz do mundo é versão do sucesso Voice of truth do Casting Crowns que já foi gravado por Alda Célia e Lydia Moisés. Apesar da mudança do título, a versão se manteve fiel à original transmitindo uma mensagem de fé e confiança em Deus mediante aos temores da vida – “Mas a luz do mundo / Me diz o contrário / Mas a luz do mundo / Diz para eu não temer / Mas a luz do mundo / Diz que é pra Sua glória! / Das várias vozes que falam pra mim / Escolhi obedecer e crer na voz de Deus”.

Apesar da introdução lenta nos primeiros 15 segundos com piano e cordas, Meu herói é uma daquelas músicas de celebração que já se tornaram marca registrada do ministério do cantor e cita um dos trechos da tentação de Cristo no deserto – “Quando vir o inimigo / Eu direi: ‘Está escrito, / Pois só a Deus adorarás / E a ninguém mais’!”. Nunca me deixou é versão de You never let go de Matt Redman e começa apenas ao som de voz e órgão com arranjos leves que vão ganhando força a partir do refrão.

Autor da vida é regravação da canção que intitula o primeiro CD do cantor Léo Fonseca onde Chris fez uma participação. A música ganhou uma nova roupagem agora com a introdução feita por Aurélio Leal com guitarra e violão e bateria de Samuel Oliveira. A grande surpresa para os que acompanharam o começo da carreira do pastor na música gospel é a regravação de Sonhos escrita por Ismael Ramos que também ganhou uma nova roupagem instrumental e explorou mais a voz de Chris que usou muitas firulas na interpretação.

“A glória / A honra / Domínio / Sejam dados a Ti / Aleluia, aleluia, aleluia…”. A canção A glória, a honra, domínio é como um cântico espontâneo onde, mesmo com poucas palavras, Chris Durán consegue expressar toda sua devoção ao Senhor que não consegue disfarçar a emoção. O arranjo de cordas dá o toque especial à faixa. Meu encontro é baseada no texto bíblico de Jó 42 e pode ser considerada a música que melhor descreve o momento da vida do levita que também tem a chance de fazer uma ministração espontânea na faixa que traz uma verdade – “O fracasso não quer dizer cair / Mas jamais se levantar / Quem irá fortalecer-me e fazer / Que eu não volte atrás?”.

Jardim de infância possui uma letra bem poética e tem um tom de pura intimidade com Deus assim como a canção anterior. Com 6’18”, a faixa é a maior e é acompanhada pelo piano e arranjo de cordas – “Deixe-me brincar no Teu jardim de infância / Percorrendo as dádivas do Teu amor / Vem me revelar os Teus brinquedos separados / Para todos os que desejam ser criança!”.

Confiar em Deus mesmo quando o socorro não vem e parece que a providência falta é o assunto central de Mesmo que eu não tenha nada onde a oração é comparada ao parto da intercessão – “Cada choro e clamor, sofrimento e desespero / Que liberei diante de Ti não esquecerás / Orações, perseguições, injustiça e rejeição / Tudo o que eu sofri Tu lembrarás”. Pra quê? é uma outra surpresa do repertório. A canção é a regravação de um dos sucessos do Voz da Verdade escrito por Samuel Moisés. A faixa começa com Chris já cantando e logo em seguida entra o violino de Lúcio Souza e combinou com a proposta evangelizadora do ministério do pastor. Fechando o repertório temos a versão em inglês de Autor da vida que também está no CD de Léo Fonseca. Sem dúvida, depois de encontrar este CD em alguma loja ou site, você vai querer adquiri-lo para conhecer quão sobrenatural é a experiência de um verdadeiro encontro com Deus seja no monte ou na sala de sua casa.

CD Evangeliza – Sandro Nazireu

sandro-nazireu-evangeliza

O primeiro disco de Sandro Nazireu pela Graça Music já seguiu para a fábrica. E o cantor está todo orgulhoso. “A capa ficou bonita demais. E o encarte? Gostei muito“, disse ele, com aquele bom sotaque e sorriso sempre aberto.

O projeto gráfico do álbum “Evangeliza” ficou a cargo do designer Lincoln Baena, da Na Massa (SP), com fotos de Cristiana Mendonça (RJ).

O cantor tem viajado o Brasil todo, divulgando o CD ao lado do Missionário R.R. Soares, nas campanhas Três Décadas de Bênçãos, que comemora os 30 anos da Igreja da Graça.

Em breve, ele poderá estar aí na sua igreja! Quer saber como? Então, acesse seu site oficial ou siga o cantor pelo Twitter (www.twitter.com/sandronazireu)

Trazendo a Arca e Graça Music fecham contrato

trazendo-a-arca-assinatura-graca-music
O grupo que deu origem ao que hoje conhecemos por Trazendo a Arca surgiu em 2002, na cidade de Nova Iguaçu, Baixada Fluminense (RJ), quando jovens amigos, membros de uma mesma denominação, resolveram unir seus talentos e chamado para montar um ministério, vivendo em tempo integral para este projeto.

Um ano depois, com várias composições prontas e impelidos pelo Senhor, aqueles jovens sonhadores decidiram seguir a orientação de Deus e gravaram o primeiro CD, chamado Toque no Altar. A repercussão do álbum foi imediata: mais de meio milhão de cópias vendidas! O nome do CD acabou por ser um referencial ao grupo, que passou a ser conhecido, então, por Toque no Altar.

Logo depois deste disco, o grupo lançou Restituição, um dos álbuns mais conhecidos do Ministério, feito com foco em uma campanha evangelística. Surpreendentemente, o disco superou o anterior em aceitação do público e da crítica, além de bater a vendagem, mesmo sem nenhum suporte de mídia e/ou divulgação.

Em 2005, após dois anos do último lançamento, o então Toque no Altar lançou o CD Deus de Promessas. Com forte apelo congregacional, este álbum, definitivamente, consagrou o grupo, tornando-o um dos mais importantes no cenário musical evangélico. Prova disso foram os inúmeros prêmios que receberam (vide informação abaixo).

Quase um ano depois, o ‘Toque’ gravou mais um álbum: Olha pra mim, que fechou um ciclo na vida dos músicos.

No começo de 2007, uma parte dos integrantes do ‘Toque’ se desligou do grupo, formando o Trazendo a Arca. O CD de estréia com o novo nome causou, à época, enorme expectativa no mercado, justamente por marcar uma nova fase para todos os integrantes. Marca da Promessa trazia à frente do grupo, então, Davi e Verônica Sacer (hoje, ex-integrantes), Luiz Arcanjo, Ronald Fonseca, André Mattos, Deco Rodrigues e Isaac Ramos.

O álbum foi um divisor de águas para o ministério e uma confirmação individual do chamado de cada um. Por conta da vendagem expressiva, o grupo chegou a participar de programas seculares, recebendo Disco de Ouro pelo álbum, que rapidamente passou a marca de meio milhão de cópias. Dois anos depois, em maio de 2008, num passo de ousadia, o Trazendo a Arca levou para o Maracanãzinho o maior culto gospel que já se viu na história deste complexo esportivo. Com uma mega-estrutura de som, luz e iluminação, e efeitos especiais inéditos no segmento evangélico, mais de 18 mil pessoas adoraram e louvaram o nome do Senhor naquele dia. Esse encontro acabou gerando um DVD e dois CDs: Maracanãzinho ao vivo e Trazendo a Arca volumes 1 e 2.

Além da parte ministerial, a Organização do evento preocupou-se também com o lado social: a entrada para a grande celebração era 1kg de alimento não-perecível. Em apenas cinco dias, todos os ingressos se esgotaram. Hoje, o Trazendo a Arca é um dos grandes ícones da música gospel, conhecido nacional e internacionalmente. Além dos discos citados, o grupo lançou também Trazendo a Arca no Japão, gravado em 2007 naquele país; Pra Tocar no Manto, lançado em julho do ano passado, e o mais recente Salmos e Cânticos Espirituais. Com a Graça, o ‘namoro’ foi bem rápido: bastaram dois encontros. E, a partir de agora, eles integram o cast da gravadora.

A gravadora irá distribuir os CDs do Trazendo a Arca e os títulos anteriores, cuja marca é Toque no Altar. Para este ano, já está previsto o lançamento de um novo álbum, na ExpoCristã2010, a maior feira de produtos cristão da América Latina. “Estamos muito felizes com essa parceria, que nos trouxe muita paz. Cremos que será bênção para todos nós”, disse Luiz Arcanjo, vocalista e líder do grupo.

Editor da Revista Comunhão indica CD Na sala do Pai

Recentemente, a revista Comunhão, a mais importante do segmento evangélico no Espírito Santo, em sua seção “Plugue-se”, deu destaque ao CD Na sala do Pai, do cantor Thalles.

Para o editor, ”Thalles é a nova descoberta da Graça Music (…) e apresenta um estilo pop e letras bem escolhidas completamente diferentes do cenário gospel nacional. O resultado é uma interpretação envolvente, que faz deste álbum uma das boas novidades que chegam ao mercado evangélico”.

A revista Comunhão tem circulação nacional e está no mercado há mais de 10 anos. Para saber mais sobre a publicação, acesse www.comunhao.com.br